Meu Carrinho
Carrinho vazio...
Nenhum item adicionado
Subtotal R$ 0,00
Ir para o carrinho
Início // Manipulados // Emagrecedores // Citrimax® 750mg
  • Citrimax® 750mg
  • Citrimax® 750mg
  • Citrimax® 750mg
  • Citrimax® 750mg

    Código CITRIMAX60CP
    (0 avaliações) Avalie
    De R$ 89,00
    R$ 80,00
    Ou em até6x de R$ 13,33 sem juros
    • 1x de R$ 80,00 sem juros
    • 2x de R$ 40,00 sem juros
    • 3x de R$ 26,67 sem juros
    • 4x de R$ 20,00 sem juros
    • 5x de R$ 16,00 sem juros
    • 6x de R$ 13,33 sem juros
    No boleto R$ 76,00 (-5%)
    Forma de entrega Frete

    Citrimax® inibe a produção e aumenta a queima de gordura, além de inibir o apetite, aumentando a saciedade e consequentemente diminuindo a ingestão calórica. Citrimax® é comprovadamente eficaz na perda de peso. Citrimax® é uma forma patenteada de ácido hidroxicitrico (HCA) ligado a cálcio e potássio. As formas comerciais encontradas no mercado de HCA são tipicamente disponíveis associadas apenas ao cálcio e resultam em moléculas relativamente insolúveis e de baixa biodisponibilidade. A configuração única de duplo sal de Citrimax® faz com que o ácido hidroxicitrico (HCA) seja altamente solúvel, biodisponível e eficaz.   

    Mecanismo de ação

    HCA é um potente inibidor da enzima ATP citrato-liase, essa enzima é responsável pela quebra do citrato em oxaloacetato + acetilcoenzima A. Ao inibir a enzima ATP citrato-liase, não ocorre essa quebra, e consequentemente, diminui a liberação da acetilcoenzima A, substrato necessário para a produção de ácidos graxos e colesterol. A diminuição da liberação de Acetil-COA gera um aumento do glicogênio hepático, diminuindo dessa forma o apetite e o ganho de peso. O HCA também promove oxidação de ácidos graxos, aumenta a liberação de serotonina e sua disponibilidade no córtex cerebral e diminui a concentração de leptina no soro humano, sendo esta, uma proteína transcrita pelo gene da obesidade e secretada pelos adipócitos.  

     Via diminuição da leptina

    A leptina atua no sistema nervoso central como fator de sinalização para regular a homeostase do peso corporal e o estado de reserva energética do organismo. A maioria dos indivíduos obesos apresenta níveis elevados de leptina, que não se apresenta funcional devido a uma mutação no gen que a codifica. Outra manifestação pode ser a resistência à ação da mesma, devido a uma mutação no gen que codifica seu receptor. Num caso ou no outro, ocorre aumento do neuropeptídeo Y no hipotálamo (NPY). O NPY atua aumentando o apetite e causa também hipersecreção de insulina e de glicocorticóides, com secreção subseqüente de leptina. Quando a leptina é ineficaz para reduzir a produção de NPY, um círculo vicioso se estabelece, originando um fenótipo marcado pela deposição de gordura ou obesidade, dependendo da ingestão de alimentos. Isto conduziu a sugestões de que a administração do HCA poderia inibir a lipogênese.   

     Via aumento da disponibilidade da serotonina

    Estudos prévios realizados em córtex cerebral de ratos que utilizaram o HCA demonstraram um aumento da disponibilidade de serotonina, um neurotransmissor que atua na regulação do apetite e do comportamento alimentar. Este aumento é ocasionado pela inibição da recaptação da serotonina, atingindo dois terços do efeito da fluoxetina, após 90 minutos de atuação (Ohia et al., 2001; Ohia et al., 2002).  

     Via aumento do consumo energético

    O HCA pode elevar o consumo de energia, em parte, aumentando o teor de glicogênio de uma maneira indireta, através de gliconeogênese hepática consequente a uma glicólise extra-hepática. Isso é uma das explicações apresentadas para o fato do HCA promover gliconeogênesis em fígado de roedor, pois sua administração leva a um aumento da taxa de conversão de lactato à glicose no fígado com uma diminuição subseqüente na concentração de lactato do protoplasma. Portanto, pode-se supor que esta suplementação afete o metabolismo em tecido hepático em humanos no lugar do músculo esquelético (Van Loon et al., 2000).

     
     Via diminuição da lipogênese

    O mecanismo de ação pelo qual o HCA promove a diminuição da lipogênese está relacionado com a inibição da clivagem do citrato, pela enzima ATP citrato liase. Ao inibir a clivagem o HCA impede a liberação de acetil coenzima A, substrato necessário para a síntese dos ácidos graxos, gerando um aumento do glicogênio hepático, diminuindo assim o apetite e o ganho de peso. Outra via metabólica de atuação do HCA está relacionada à redução da síntese hepática de colesterol e ácidos graxos que induz a redução da concentração plasmática de insulina, diminuindo a utilização de glicose pelos tecidos. O HCA não atua nas vias metabólicas da albumina e ácido úrico. Embora interfira com a concentração plasmática de insulina o HCA tem sido utilizada como suplemento em dieta de diabéticos, pois inibe a amilase pancreática, portanto, tem sido amplamente empregada não só como um inibidor de apetite, mas para diminuir a absorção e síntese dos triacilgliceróis e índices de glicemia.

    Gerenciamento de peso;
    Aumenta a saciedade; 
    Reduz a ingestão calórica;
    Aumenta a queima de gordura;
    Inibe a produção de gordura; 
    Reduz os níveis de colesterol total e LDL; 
    Reduz IMC; 
    Regula os níveis de leptina.

    Porção por 1 Cápsula

    Citrimax.....750mg

    Recomendação de uso Citrimax®

    É indicado de 500 a 4.500 mg divididos de duas a três tomadas ao dia 60 minutos antes das principais refeições.

    É provado que a absorção de Citrimax® é ideal com o estômago vazio. 

    Avaliações do produto

    0 (0 avaliações )

    E você o que achou deste produto?

    Avalie este produto

    Você tem ou conhece bem este produto?

    Avaliação Geral:

    Farmácia de Manipulação e Suplementos Nutricionais | End: Rua Marechal Deodoro, 558/203 Pelotas - RS
    Cep: 96020-220 CNPJ: 20.110.115/0001-46 - Razão social: Possenti & Tavares LTDA ME - Farmacêutico Responsável: Rafael da Fonseca Prietsch CRF-RS 10390 AFE-ANVISA: 7.39.145-9 Nº Processo 25351.303485/2015-26